quinta-feira, 16 de março de 2017

DHPP apura circunstâncias e motivo da morte de PM e família

 Por: Redação Cruz das Almas News - Informações: Ascom/PCBahia

O subtenente Cláudio Guimarães Müller de Azevedo, da 35ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), matou a esposa, Catarina Teixeira Müller, de 36 anos, e o filho de 11, na madrugada desta quarta-feira (15/03), no apartamento onde o casal residia, no Loteamento Aquarius, na Pituba. Em seguida, o policial, 43, cometeu suicídio. A constatação veio da perícia realizada pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT), feita nesta tarde, quando a polícia tomou conhecimento do crime. De acordo com informações apuradas no local, pela equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), responsável pelo caso, o subtenente chegou ao prédio por volta das 1h30 da madrugada. Os disparos foram ouvidos meia hora depois de sua chegada. O policial morreu com um tiro na cabeça, enquanto mãe e filho foram baleados três vezes, cada um. Não havia indícios de violação na porta. O DHPP apura agora as circunstâncias do crime e a motivação. A arma utilizada, uma pistola ponto 40, do militar, foi encaminhada ao DPT para perícia. Vizinhos e parente já estão sendo ouvidos no departamento. Imagens do local também serão coletadas para serem analisadas.

Um comentário:

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado