quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

"Gaivota" é morto em confronto com a polícia na cidade de Barra/BA

Procurado pela Polícia no estado do Piauí e região Oeste da Bahia, o estuprador Jaelson Pereira dos Santos, 30 anos, o “Gaivota” terminou morto na noite desta terça-feira (23/02), por volta das 23h, no Distrito de Igarité, município de Barra/BA, a 80 quilômetros da cidade. A mulher que estava em companhia do maníaco também foi alvejada e morreu no local.
Uma força tarefa foi montada para intensificar as buscas ao criminoso, com viaturas (carros e motos), tendo o reforço de policiais civis e militares da 83ª e 84ª companhias independentes, sediada em Barreiras, 85ª CIPM  de Luiz Eduardo Magalhães e da 86ªCIPM  de Formosa do Rio Preto.
O agente de investigação de polícia Ari, plantonista da Delegacia de Barra, informou que o corpo de Gaivota e da mulher, possivelmente sua companheira de convívio, serão encaminhados para o IML do município. O policial não soube informar a identidade dela, nem detalhes sobre as circunstâncias das mortes. “Temos informações extraoficiais de uma troca de tiros, mas ainda não tenho como afirmar. Nossa equipe está para o local”, declarou.
O caso será apurado pela Coordenadoria Regional, que tem como delegado titular Mirosvaldo Santos Menezes.

ENTENDA O CASO
Gaivota foi preso no dia 14 de julho de 2014, em uma operação articulada entre os serviços de inteligência da polícia civil dos estados do Piauí e da Bahia, por diversos crimes de estupro e tráfico de drogas cometidos nas comarcas de Barreiras/BA e Corrente/PI.
Fugiu no dia 2 de outubro do mesmo ano da Penitenciária Regional Dom Abel Alonso Nunez, em Bom Jesus, juntamente com sete criminosos, e desde então encontrava-se foragido.
O último crime de Gaivota foi cometido na sexta-feira, 19 de fevereiro, no município de Barreiras/BA, onde estuprou duas mulheres e ainda furtou seus pertences. (portalcorrente.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado