quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Salvador: Prefeitura monta esquema especial para Lavagem do Bonfim

Nesta quinta-feira (14/01), a Cidade Baixa será tomada pela cor branca durante a realização do cortejo da Lavagem do Bonfim, entre a Conceição da Praia, no Comércio, e a Colina Sagrada, no Bonfim. Para garantir o conforto de milhares de participantes que estarão presentes para louvar o Nosso Senhor do Bonfim, a Prefeitura preparou um esquema especial que envolve diversos órgãos municipais, nesta é uma das maiores e mais antigas festas populares e religiosas da cidade.  
De acordo com a Empresa Salvador Turismo (Saltur), órgão responsável pela estrutura de sonorização da festa, este ano a festa será abrilhantada com queima de fogos em quatro pontos no trajeto do cortejo. O espetáculo poderá ser visto nas imediações do Mercado Modelo, no viaduto localizado nas proximidades do Mercado Popular de Água de Meninos, na Estação Ferroviária da Calçada, no Largo de Roma e no alto da Colina Sagrada.
A iluminação na Avenida Luiz Tarquínio, no entorno da Colina Sagrada e na da Ladeira do Monte Serrat foi reforçada através da Secretaria de Ordem Pública (Semop) e conta com a instalação de projetores de 1.000 e 400 watts. O órgão também atuará no ordenamento de 600 ambulantes cadastrados para a festividade. Para coibir infrações como a venda de bebidas em garrafas de vidro e o uso de espetos de churrasco, que são considerados arma branca, o órgão contará com agentes de fiscalização espalhados por todo o percurso da festa.
Já a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) montou um esquema diferenciado de limpeza para a região nos próximos dias. Apenas no dia da Lavagem do Bonfim serão utilizados 16 compactadores, 22 caminhões, dois ônibus, cinco caminhões pipa, duas carretas pipa e 372 sanitários químicos posicionados em pontos estratégicos da festa. Atuarão nesta data aproximadamente 600 profissionais entre agentes de varrição, coleta, lavagem, encarregados, coordenadores e motoristas de operação. O esquema será mantido proporcionalmente até segunda-feira (18), quando ocorre a Festa da Ribeira.
Saúde e trânsito – Para o atendimento médico dos fiéis, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) disponibilizará um módulo assistencial ao lado da Colina Sagrada, com funcionamento das 10 às 22h. A estrutura contará com seis leitos e uma equipe de atendimento composta por dois médicos, dois enfermeiros e três técnicos de enfermagem. Além disso, uma ambulância do Samu 192 ficará disponível no módulo para possíveis remoções nas ocorrências que necessitarem de transferências. Já as Unidades de Pronto Atendimento de San Martin, Barris e Valéria estarão de prontidão durante a festa, servindo de apoio para os casos de maior complexidade.
A Superintendência de Trânsito do Salvador (Transalvador) vai iniciar o ordenamento do trânsito a partir de 1h da quinta-feira (14). A partir deste horário, estarão proibidos a circulação e o estacionamento de veículos, exceto os liberados para o cortejo, na Avenida Lafayette Coutinho (Contorno) e Rua da Conceição da Praia. Também estarão proibidos o estacionamento e a circulação de veículos nas principais vias entre o Comércio e o Bonfim.
Outras determinações englobam o sentido duplo de tráfego da Avenida Oscar Pontes, interdição progressiva de veículos da Praça Visconde de Cayru à Avenida Bonfim e sentido único de tráfego na Rua Luiz Régis Pacheco, a partir das 6h. O órgão só permitirá a circulação de veículos com capacidade de até uma tonelada nas vias do cortejo.
A Operação Carga e Descarga poderá ser realizada até às 6h do dia da festa, e no dias 15 a 15, das 8 às 14h. Os veículos destinados aos serviços públicos, a exemplo da operação de trânsito e transporte, bombeiros, ambulâncias e polícias, além de prioridade terão livre trânsito e estacionamento, quando devidamente identificados e estiverem em serviço.
Transporte e publicidade - A Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) vai disponibilizar frota de dias úteis de todas as linhas do sistema de transporte coletivo de Salvador, ou seja, os cerca de 2.700 veículos estarão circulando na cidade. As dezenove linhas que atendem à região do evento vão prolongar o horário final de atendimento das 19h para as 23h. Além disso, a Semob está disponibilizando para os usuários 18 ônibus extras da frota reguladora, para auxílio no retorno à casa após as comemorações. Os veículos estarão disponíveis das 16h às 23h, a partir do Largo do Papagaio, para atender à demanda.
Ainda por causa das comemorações, as linhas que operam no local sofrerão mudanças de itinerário. Dentre os locais por onde passarão os veículos estão o Largo do Tanque, Barros Reis, Sete Portas, Vale de Nazaré, Vale do Canela, Politeama, Joana Angélica e Campo Grande. O itinerário retornará ao normal ao fim dos festejos.
Já a Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom) estará presente para fiscalização de publicidade irregular durante o cortejo. Os agentes do órgão estarão atentos para coibir materiais como faixas, blimps, cartazes e afins, que são proibidos pelo Decreto Municipal 12.642/2000.
Religiosidade – Com o tema deste ano, "Vinde todos à Mansão da Misericórdia", a Lavagem do Bonfim terá início às 8h, saindo da Conceição da Praia, no Comércio, em direção à Colina Sagrada. Fiéis com camisas padronizadas darão inicio ao percurso, sendo seguidos pelo tradicional cortejo das baianas.
Em frente à Basílica do Bonfim, membros da igreja receberão os peregrinos ao som de cânticos religiosos para dar início à celebração, que será ministrada pelo pároco Edson Menezes. A lavagem do adro pelas baianas está prevista para as 12h. Após esse ritual, a imagem peregrina do Senhor do Bonfim ficará próxima à porta principal da Basílica Santuário para veneração pública dos fiéis até às 18h.
História - Na segunda quinta-feira após a festa da Lapinha acontece a Lavagem do Bonfim, com um cortejo que chega a reunir quase 1 milhão de pessoas na Cidade Baixa. A comemoração ao Nosso Senhor Bom Jesus do Bomfim foi iniciada no século XVIII e se estende por oito quilômetros entre o Comércio, antigo centro financeiro na região portuária, e a famosa colina da basílica que leva o nome do santo. Na chegada, o grupo de baianas que lidera o cortejo faz a lavagem das escadarias do adro da igreja, além de abençoar os fieis com água-de-cheiro e folhas.
Os fiéis vestem-se de branco, que para os católicos representa a paz e, para os adeptos do candomblé, é uma referência à Oxalá. Nos últimos anos, a imagem do Nosso Senhor do Bomfim é apresentada no alto da igreja, abençoando a caminhada dos participantes da tradição religiosa. (Bocão News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado