terça-feira, 12 de janeiro de 2016

MEC inscreve para o Sisu e anuncia prazos do Fies e do Prouni

O Ministério da Educação (MEC) divulgou ontem algumas das datas mais importantes para quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e está de olho em uma vaga em instituições de ensino superior em todo o Brasil.
Até esta quinta, os estudantes poderão se inscrever  no Sistema Seleção Unificado (Sisu). Já as inscrições para bolsas do Programa Universidade para Todos (Prouni) vão acontecer entre 19 e 22 de janeiro. Para aqueles que têm interesse em contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o prazo vai de 26 a 29 de janeiro.
No primeiro dia de inscrições  do Sisu, o MEC anunciou que  até as 17h, mais de um milhão de pessoas haviam se candidatado a uma das 228.071 vagas disponíveis em 131 instituições públicas de ensino superior. O Nordeste é a região com maior número de vagas ofertadas  - 90.110.
Desse total, 13.655 estão na Bahia. O MEC registrou ainda uma média de 100 mil acessos por minuto no site sisu.mec.gov.br, onde as incrições devem ser feitas. Estão aptos a participar da seleção, os estudantes que fizeram o Enem, em 2015, e tiveram nota acima de zero na  redação.
Inscrição
No Sisu, o estudante poderá escolher até duas opções de curso, por ordem de preferência. O participante deve informar se deseja concorrer às vagas de ampla concorrência, ou às que atendem a critérios de cotas raciais e sociais.
Segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, a primeira edição do Sisu de 2016 terá pouco mais de 50% das vagas em universidades públicas reservadas seguindo critérios da Lei de Cotas (42,9% do total) e ações afirmativas próprias de cada universidade (7,4%).
Ainda segundo o ministro, o mesmo índice já é alcançado em bolsas do Prouni ou em contratos do Fies. “Hoje, mais da metade, aproximadamente 51% das bolsas do Prouni e do Fies é para negros. Não era assim o acesso à universidade pública no Brasil. A lei de cotas é um grande avanço para o Brasil”, afirmou.
Ponto de corte
Diariamente, o sistema calcula a nota de corte, que é a nota mínima para o candidato ter a chance de ficar entre os potencialmente selecionados. O número é calculado para cada curso, a partir do número de vagas disponíveis e do total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência.
A nota é apenas uma referência para o candidato monitorar sua inscrição e não garante que ele se enquadre nas vagas ofertadas. O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 18 de janeiro. Quem for selecionado deverá realizar a matrícula na instituição nos dias 22, 25 e 26 deste mês. 
Lista de espera
Aqueles que não foram selecionados ou foram escolhidos  apenas para a segunda opção de curso, poderão aderir à lista de espera que estará disponível a partir do dia 18 de janeiro.  Os interessados só podem se inscrever na lista de espera para o curso que marcaram como primeira opção.
Separação
Mercadante disse ainda que o governo estuda a separação de provas para os alunos que querem apenas a certificação no segundo grau. Dos pouco mais de 6 milhões que prestaram provas do Enem em 2015, 800 mil queriam obter o diploma e os 5,2 milhões demais são candidatos às universidades. (Correio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado