quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Vídeo mostra jovem sendo decapitada por integrante do Comando Vermelho no Acre

Por: Cruz das Almas News
Um vídeo chocante que mostra uma mulher sendo decapitada por membros de uma facção criminosa do Rio Branco no Acre, foi divulgado nas redes sociais na ultima sexta-feira (26/01). Segundo apurado por nossa reportagem, a mulher seria Debora Bessa, 19 anos, e seus executores seriam membros do Comando Vermelho do Rio Branco.
Debora estava desaparecida desde o dia 9 de janeiro, período que se acreditam que o crime possa ter ocorrido.Segundo informações de familiares da vitima, a jovem teria dito que pretendia se desligar da facção Bonde dos 13 e que “mudaria de vida”.
A informação era de que Débora, que pertencia a facção criminosa Bonde dos 13, havia pego um mototáxi até a entrada do bairro Caladinho e lá foi abordada por integrantes do Comando Vermelho que a arrastaram para dentro da mata.
O corpo teria sido esquartejado e enterrado.
As imagens mostram cerca de três criminosos, enquanto o criminoso responsável pela execução da jovem que está armado com um facão manda a mulher olhar pra frente enquanto diz, "Essa bicha aqui quem tava matando nossos irmãos", e derruba a mulher no chão. Enquanto um corta a cabeça da mulher, outro desfere varias facadas na vitima. Após o crime bárbaro, se ouve eles pronunciarem as siglas "CV".
O corpo de Débora foi encontrado no ultimo sábado (13) enterrado em uma área de mata localizada no final da Rua Chapecoense, região do bairro Caladinho, no dia 13 de janeiro.
Devido as cenas serem muito fortes, nós do site Cruz das Almas News não iremos divulgar o vídeo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado