terça-feira, 21 de novembro de 2017

ESTUDANTES ESQUERDISTAS DA UFBA (UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA) PREGAM A MORTE PARA OS CRISTÃOS.

Por: Paulo Cezar Lemos
No dia 13 de novembro, segunda feira passada, houve um protesto organizado por estudantes esquerdistas na UFBA, contra a exibição do filme, “O jardim das aflições”, que retrata a vida do filósofo autodidata, Olavo de Carvalho um dos principais defensores do conservadorismo no Brasil. Este filósofo nunca cursou uma universidade e, desde um bom tempo reside nos EUA. Sua incomum e excepcional capacidade intelectual pode ser comprovada pelas inúmeras palestras realizadas nas melhores universidades americanas e em outras partes do mundo. Publicou vários livros, entre os quais se destacam “O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota ” e “O imbecil coletivo”. Nestes livros o autor desnuda o marxismo cultural que Gramsci “pariu” e como ele está a dominar o ocidente, principalmente o Brasil. O pessoal da esquerda encara este filósofo como um inimigo por tirar a máscara do obscuro socialismo que eles pregam e que nem mesmo boa parte dos políticos sabe que estão sendo usados como peças num jogo. A que ponto chegou a nossa querida UFBA. Nela fiz o curso de Agronomia e fui professor por um bom tempo. Sou cristão, uso símbolos do catolicismo e respeito todas as outras religiões. Mesmo aqueles que se consideram ateus,uma coisa tem que ser reconhecida: As religiões foram e continuam sendo as responsáveis pela ética, moral, cultura e educação que atravessou séculos, conseguindo manter a sociedade. Estes estudantes esquerdistas que se dizem tolerantes foram além do confronto de ideologias políticas,numa clara e absurda confissão criminal de incitação à violência, preconceito e discriminação contra a população cristã. Estavam expondo um cartaz como se vê na foto (morte aos cristãos). Isto é muito grave e perigoso. Como pode pessoas no campus de uma Universidade Federal sentirem-se livres para “pedir a morte” de cristãos? Significa que a qualquer momento podemos visualizar mortes por motivação ideológica, perseguição religiosa e discriminação somente vistas em regiões controladas por regimes autoritários ou grupos terroristas. O judiciário deveria se pronunciar, juntamente com o Ministério Público e a Polícia Federal, pois no código penal se comprova que é CRIME: Art. 286. – Incitar, publicamente, a prática de crime: Pena – detenção, de 3 (três) a 6 (seis) meses, ou multa. Apologia de crime ou criminoso Art. 287. – Fazer, publicamente, apologia de fato criminosa ou de autor de crime: Pena – detenção, de 3 (três) a 6 (seis) meses, ou multa.
Para você que se considera cristão, faz orações, "pede a Deus", frequenta igrejas e ainda leva os filhos, vale a pena refletir sobre a esquerda que você está apoiando. No momento em que eles atingirem o poder você será descartado e todos seus símbolos cristão expurgados, inclusive a bíblia. Na China de hoje, os cristãos estão sendo obrigados a tirar todas as imagens de casa e colocar retratos dos líderes comunistas no lugar (está na internet). A esquerda no Brasil tentou chegar à hegemonia, atingindo o objetivo na educação, dominando principalmente as universidades e a cultura. Não atingiu o objetivo total graças aos militares que não colaboraram com os anos dos governos esquerdistas. Tudo indica que entre os militares é forte a formação cristã e o núcleo familiar. Caso contrário, seríamos uma Venezuela e as pessoas que cultuam símbolos religiosos deveriam trocar pelos “novos santos”, enchendo seus “oratórios” residenciais com as imagens e fotos destas figuras que estão encharcados no lamaçal da corrupção conforme investigações da Polícia Federal e Ministério Público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado