domingo, 10 de setembro de 2017

Sob vaias e reclamações, Amanda Nunes vence por decisão dividida e mantém cinturão do UFC

 Por: AGFIGHT
Estrela principal da noite no UFC 215, evento realizado neste sábado (09/09), no Canadá, Amanda Nunes venceu sua segunda defesa de cinturão e manteve o título dos pesos-galos (61 kg). Diante de Valentina Shevchenko, a brasileira não rendeu o esperado, mas priorizou a tática e estratégia para garantir os pontos decisivos diante da grande rival e triunfar por decisão dividida dos jurados.
Ao contrário do primeiro confronto entre elas, em março de 2016, que foi marcado pela agressividade e jogo franco, a disputa foi equilibrada em todos os rounds e decidida nos detalhes. Melhor no início e no final, Amanda caiu de rendimento nos rounds intermediários, ouviu vaias da plateia mas manteve o plano.
Revoltada, Valentina reclamou logo apos o anúncio. Garantindo que foi melhor ao longo dos cinco assaltos, a desafiante soltou o verbo: “Ela não venceu. Eu bati forte, venci os rounds, olha a cara dela. Ela está machucada e mesmo assim é a campeã. Eu vou vencer a próxima, quero de novo, não concordo com esse resultado”, esbravejou.

O primeiro round foi estudado. Com a Amanda controlando o centro do cage e andando sempre apara frente, coube a Valentina buscar o contra golpe. Mas com poucas oportunidades, a desafiante levou mais golpes (principalmente chutes baixos) e foi derrubada rapidamente no final da etapa, o que lhe garantiu desvantagem na parcial.
No assalto seguinte, porém, Valentina, mesmo andando para trás em dinâmica parecida ao round anterior, conectou os melhores golpes e encontrou o rosto da campeã com dois diretos de encontro, o que empatou a disputa após ligeira vantagem parcial.
O terceiro assalto, também estudado e equilibrado, foi decidido no detalhe. Menor e com desvantagem da envergadura, a desafiante esperava o ataque da brasileira e contra golpeava com velocidade e com mais volume de golpes. No entanto, campeã caminhou para frente em todos os momentos e buscou a luta, tornando a etapa a mais equilibrada do confronto.
No quarto round, Valentina se mostrou melhor taticamente mais uma vez. Veloz e com tempo de reação, a desafiante respondeu a todas as investidas da ‘Leoa’ e,mesmo andando para trás, garantiu supremacia na contundência dos golpes.
Na última etapa, após quatro assaltos equilibrados e decididos nos detalhes, nenhuma das atletas tinha a certeza da vantagem,e tampouco estavam dispostas a arriscarem exposição desnecessária. E nesse cenário, a sorte sorriu para Amanda, que durante um clinche desequilibrou a oponente e quase pegou as costas. Na sequência, a atleta da America Top Team derrubou e se manteve por cima, garantindo a vantagem primordial no último round. Vitória por decisão dividida para Amanda Nunes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado