sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Movimento Brasil Livre (MBL) acusa o MAM de erotização infantil em performance

 Por: Cruz das Almas News - Com informações de : Veja.com e G1
Artista foi atacado nas redes sociais por permitir interação de criança quando estava nu
O Movimento Brasil Livre (MBL) acusa o Museu de Arte Moderna (MAM) que fica no Ibirapuera, Zona Sul de São Paulo, de promover a "erotização infantil" utilizando dinheiro publico.
As acusações vieram após uma performance realizada pelo artista Wagner Schwartz, que participava do evento 35º Panorama da Arte Brasileira, na última terça-feira (27/09). Um vídeo que viralizou no Facebook mostra quando uma criança de aproximadamente quatro anos toca no pé do homem que está totalmente nu.
O ato, chamado La Bête, é baseado nos Bichos de Lygia Clark, que são esculturas de alumínio que podem ser manipuladas pelo público. Em nota o MAM disse que as acusações são fruto de deturpação do contexto da obra.
 De acordo com o MAM, o público presente na performance era formado na sua maioria por artistas e, uma das pessoas que prestigiou a apresentação foi a performer e coreógrafa Elisabeth Finger acompanhada da filha.
O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) chamou os envolvidos de "canalhas" e categorizou a atividade como "pedofilia". O deputado Marco Feliciano (PSC-SP) considerou as cenas "revoltantes" e os envolvidos "destruidores da família".

Há algumas semanas, o MBL já tinha convocado um boicote à exposição Queermuseu, patrocinada pelo Banco Santander no Rio Grande do Sul, gerando uma grande polêmica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado