quarta-feira, 20 de setembro de 2017

As Crônicas de Irlando Oliveira; DISPUTA PRESIDENCIAL 2018

 * Por Irlando Oliveira
Segundo o que vimos hoje (19/9), através da mídia, o ex-presidente Lula lidera a peleja eleitoral 2018 com cerca de 32% da intenção dos votos, seguido de Bolsonaro, com 19%. Tal resultado nos causou espécie, sobremaneira, diante do quadro atual em que estão sendo escancaradas as inúmeras formas ilícitas perpetradas por aqueles que estavam nos locais de destaque político.

Na reportagem que acessamos, vimos o seguinte registro: "condenado em julho a nove anos e seis meses de prisão pelo juiz Sérgio Moro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue liderando todos os cenários em que é citado para as eleições de 2018, segundo pesquisa CNT/MDA".

Na verdade, isto nos deixa inquietos e preocupados, pois ficamos a perguntar: será que somos masoquistas? Será falta de opção de candidatos? Aqui não falamos em defesa de Bolsonaro, mas em defesa do Brasil, diante de tudo que tomamos conhecimento, até agora, sobretudo através da Operação Lava Jato, ainda em andamento!

A atual crise pela qual passa o país dá azo a comentários e especulações derredor até mesmo de golpe militar, algo que, na atual conjuntura - ante os inúmeros pactos e tratados internacionais em que o Brasil é signatário, principalmente na ONU -, se torna impraticável, inviável e inexequível! Contudo, pensamos que tal devaneio, por parte de milhões de brasileiros, se dá em razão da falta de expectativa e de esperança por dias melhores, mormente considerando as vultosas cifras contabilizadas através do ralo da corrupção, que tanto emperra o crescimento e os avanços, em todas as áreas, dessa nossa nação eternamente em desenvolvimento.

Cremos, enfim, que o momento de acurada reflexão deve tomar corpo a partir de agora, ante os resultados apresentados, por mais absurdos que possam parecer! Estamos já às portas de 2018, ano em que, através do nosso sufrágio, poderemos mudar o Brasil, dando-o novo significado!                       
[22:08, 19/9/2017] Dadau: Assim como a mídia, você está horrorizado com as cenas da guerra entre traficantes na Rocinha? Assim como a imprensa, você acha que a Polícia não fez nada pra impedir tal guerra?

Então deixa eu te explicar, rapidão, o que está acontecendo lá.

O traficante Nem, líder do tráfico na favela na Rocinha, determinou que Rogério 157, seu sucessor no comando do tráfico, entregasse a chefia da comunidade para o traficante Perninha. Rogério 157, não acatou a ordem do "chefe", e começou uma matança de apoiadores do Nem, o que gerou um racha dentro da facção Amigo dos Amigos (ADA) na comunidade. O que se seguiu foi o início da guerra que todos viram na TV e em vídeos de WhatsApp.

Agora eu pergunto: O que tem em comum, além de pertencerem a mesma facção, os três traficantes protagonistas dessa guerra?

TODOS JÁ FORAM PRESOS PELA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.

Rogério 157 e Perninha, foram presos em 2010, com mais 8 comparsas, após invadirem o hotel Intercontinental armados com fuzis. Em 2012, foram postos em liberdade, pela decisão de um certo Desembargador, que no seu despacho, alegou que eles não ofereciam perigo a sociedade. Pasmem, 10 homens com 10 fuzis que invadem um hotel e fazem hóspedes reféns em São Conrado, são considerados inofensivos pela "Justiça" do Rio de Janeiro.

Nem, preso em 2011 quando tentava fugir da Rocinha, então ocupada pela Polícia, segue preso até hoje e de dentro da cadeia, continua comandando o tráfico de drogas na comunidade.

E aí, será que o problema da violência no Rio de Janeiro é a falta de ação da Polícia Militar?

O que aconteceu ontem, exprime perfeitamente os motivos pelo qual, o Rio de Janeiro se encontra em convulsão social. É a Polícia trabalhando e todo mundo remando contra.

Quem são nossos inimigos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado