terça-feira, 16 de maio de 2017

UFRB recebe Juca Ferreira em aula magna do semestre letivo 2017.1

 Por: Ascom/UFRB

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) recebe na abertura do semestre 2017.1 o sociólogo Juca Ferreira que na ocasião proferirá a Aula Magna "Cidadania Cultural e Política no Brasil: O que esperar do século XXI?". O evento acontece na próxima quarta-feira, 17 de maio às 10h, no Anfiteatro da Reitoria no Campus de Cruz das Almas. Na oportunidade, será realizada uma apresentação cultural com o “Coletivo Novos Cachoeiranos”.
Juca Ferreira é baiano e tem uma trajetória profissional dedicada à vida política e às ações culturais e ambientais. Foi líder estudantil secundarista em 1968, ocasião na qual foi eleito presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), no dia em que foi decretado o Ato Institucional (AI-5), que encerrou as atividades da UBES à época.
Ingressou na resistência ao regime militar, o que o fez ficar nove anos exilado no Chile, na Suécia e na França. Estudou Línguas Latinas na Universidade de Estocolmo, na Suécia, e Ciências Sociais na Universidade Paris 1 - Sorbonne, na França, onde se formou.
De volta ao Brasil, trabalhou como assessor especial da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB) e desenvolveu diversos projetos na área da Cultura. No início dos anos 1990, participou da construção de um dos primeiros projetos de arte-educação do Brasil, o Projeto Axé, voltado para crianças e adolescentes em situação de risco social. Ferreira incluiu a dimensão cultural nas ações socioeducativas do Axé, hoje considerada uma das mais importantes características do projeto.
Ainda na década de 90, ingressou na vida política como vereador em Salvador onde também foi secretário municipal de Meio Ambiente e presidente da Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente (ANAMMA).  Participou da criação de um dos primeiros movimentos socioambientais da Bahia, o SOS Chapada Diamantina. De 1993 a 1997, desenvolveu, com as comunidades dos terreiros de candomblé, uma das mais reconhecidas ações socioambientais da Bahia, o projeto eco-antropológico Jardim das Folhas Sagradas.
Em agosto de 2008 foi convidado pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, a assumir o cargo de Ministro de Estado da Cultura, ficando à frente do MinC até o final do Governo.
Durante cinco anos participou como representante da sociedade civil da Agenda XXI Nacional e, no ano de 2004, integrou o grupo de elaboração da Agenda XXI da Cultura, em Barcelona, na Espanha. Em 2011, coordenou, pela Secretaría Geral Ibero-Americana, a realização do Ano Internacional dos Afrodescendentes. Em 2014, retorna ao Ministério da Cultura na gestão Dilma Rouseff.
O evento será transmitido ao vivo no canal da UFRB no Youtube.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado