quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Salvador: Estelionatário oferece R$ 10 mil a policiais para ser liberado

O estelionatário Wallace do Carmo Guimarães, de 32 anos, acusado de usar dados de terceiros para obter empréstimos bancários, foi preso, na terça-feira (06/12), por uma equipe da 16ª Delegacia Territorial (DT), da Pituba. Na abordagem, no estacionamento de um hipermercado, na Avenida ACM, ele chegou a oferecer R$ 10 mil aos policiais para ser liberado. 
A delegada Maria Selma Lima, titular da 16ª DT/Pituba, informou que Wallace começou a ser investigado há cerca de três meses, quando as primeiras vítimas começaram a registrar, naquela unidade, ocorrências sobre cobranças de empréstimos que não tinham feito. O estelionatário financiou um automóvel Celta, em nome de uma delas. O carro já foi apreendido. 
Na residência de Wallace, no bairro de Itinga, em Lauro de Freitas, os policiais apreenderam cartões de crédito, documentos falsificados em nome de diferentes pessoas, o computador com o programa utilizado para produzi-los e diversas fotos 3x4. Também foram encontradas folhas de papel com o timbre da Coelba que, segundo a delegada, serviriam para a confecção de comprovantes de endereços falsos. 
Wallace foi apresentado à imprensa, na manhã desta quarta-feira (7), na 16ª DT/Pituba. A delegada Maria Selma Lima informou que vai investigar a participação de outras pessoas, inclusive de funcionários da empresa de energia elétrica, no golpe. Autuado em flagrante por estelionato, falsificação de documento público e corrupção, Wallace já seguiu para o Núcleo de Prisão em Flagrante (NPF). Todo o material foi para o Departamento de Polícia Técnica (DPT). 

Um comentário:

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado