quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Mata de São João: Polícia prende autor de extorsão pelo WhatsApp

O desempregado Paulo José Soares Batista, o Paulinho, de 37 anos, acusado de extorquir dinheiro de um conhecido, utilizando uma conta falsa do WhatsApp, foi preso, na terça-feira (22/11), por uma equipe da Delegacia Territorial (DT) de Mata de São João, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). 
Na primeira etapa do golpe, iniciada há 15 dias, Paulo usou a conta para enviar mensagens se passando por uma bela jovem que se dizia interessada na vítima, um motorista de 50 anos. Para tornar o plano mais convincente, ele usou a foto de uma mulher escolhida na Internet para ilustrar o perfil. Dois dias depois, Paulo alterou a foto do aplicativo e deu início à segunda fase do plano de extorsão. Se passando por um traficante casado com a usuária daquela conta, ele começou a enviar mensagens com ameaças de morte à vítima e seus familiares. Já na terceira etapa do golpe, Paulo ligou para a vítima dizendo estar interessado em ajudá-la. Disse que conhecia o suposto traficante e que ele exigia R$ 5 mil para não cumprir as ameaças. Afirmou ainda que teria pagado R$ 2 mil do próprio bolso, mas que o restante do dinheiro deveria ser entregue imediatamente. A vítima disse que estava fora da cidade e alegou não ter condições de pagar o dinheiro exigido. Paulo sugeriu então que o motorista vendesse os móveis e outros objetos que havia em sua residência a fim de conseguir o valor necessário. Ele até se propôs a achar interessados em comprá-los. 
O motorista procurou a DT/Mata de São João, na segunda-feira (21), e informou o que estava acontecendo. As investigações foram iniciadas imediatamente e Paulo foi preso 24 horas depois da denúncia. Ele foi autuado em flagrante por extorsão e se encontra na carceragem daquela unidade policial, à disposição da Justiça. Paulo foi apresentado à imprensa, nesta quinta-feira (24), no auditório do edifício-sede da Polícia Civil, na Praça da Piedade, pelos delegados Giovanni Iran Nascimento e Acácia Nunes, do Departamento de Polícia Metropolitano (Depom). A polícia vai apurar se ele aplicou o mesmo golpe em outras vítimas. (ASCOM/PC)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado