quinta-feira, 12 de maio de 2016

Carta aberta à população sobre a reabertura da Santa Casa de Cruz das Almas

Nos últimos meses, estivemos trabalhando incansavelmente para conseguir a tão esperada reabertura do Hospital Nossa Senhora do Bonsucesso. Determinação e compromisso não nos faltaram. Desde o ano passado, a partir do mês de setembro, vislumbramos a possibilidade real de reabrir a Santa Casa de Misericórdia de Cruz das Almas. Contamos com o apoio do Governo Municipal, que demonstrou total interesse em contribuir para que isto acontecesse, bem como, com o Ministério Público que tem colaborado significativamente neste processo e intermediou a assinatura de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) por parte do município e da Santa Casa.
A Santa Casa, por sua vez, investiu mais de R$ 1 milhão para adequações exigidas pela Diretoria de Vigilância Sanitária e Ambiental (Divisa), adquirindo novos equipamentos, realizando reformas e ambientação dos espaços, parcelando e quitando dívidas fiscais, estando apta, assim, a abrir as suas portas e receber os convênios do Município e do Estado.
Por parte do Município, desde o dia 11 de março, quando o provedor da Santa Casa Natanael Evódio se reuniu com o prefeito Ednaldo Ribeiro e com a secretária municipal de saúde Soze Bispo, foi assinado o contrato, no valor de R$ 250 mil/mês, para realização de serviços de obstetrícia (clínica cirúrgica e médica obstétrica) e pediatria, distribuídos em 35 leitos, com média mensal de 2 mil atendimentos ambulatoriais destas especialidades.
Após reuniões e assinaturas de contratos com a Prefeitura de Cruz das Almas, planejamos a reinauguração da unidade. No entanto, sem o apoio da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB), o hospital seria reaberto com um déficit de cerca R$ 200 mil/mês, o que inviabiliza o retorno das atividades até que se obtenha um posicionamento favorável do órgão estadual.
Mesmo se fosse reaberta, sem contrato com o Estado, a unidade correria sérios riscos de ter suas portas novamente fechadas em pouco tempo, acarretando prejuízos para, aproximadamente, 350 mil pessoas, moradoras de Cruz das Almas e de municípios circunvizinhos. Vale ressaltar que tanto o Município, quanto a Santa Casa cumpriram todas as demandas do acordo feito para que o hospital voltasse a funcionar, restando apenas agora, o apoio do Governo do Estado.
O provedor da Santa Casa e o prefeito pedem o apoio da SESAB em nome da população: “A assinatura de contrato com o Estado é imprescindível para a reabertura do Hospital Nossa Senhora do Bonsucesso, que possui 78 anos de existência com excelência, em especial, em atenção a gestantes e recém-nascidos da microrregião. Sem este apoio, toda a nossa luta será perdida, assim como a esperança de nosso povo de ter a Santa Casa de volta. São famílias inteiras aguardando por uma assistência médico-hospitalar melhor. É por essas pessoas que peço que o olhar da Secretaria de Saúde do Estado se volte e atenda o nosso pleito de viabilizar que esta unidade hospitalar possa, finalmente, retomar as suas atividades”, ressalta o provedor.
Fechamento – A unidade hospitalar teve suas atividades encerradas em julho de 2014 diante de dificuldades financeiras. Com o fechamento, o Hospital Nossa Senhora do Bonsucesso deixou de realizar 5 mil atendimentos mensais. Toda a sua estrutura, com capacidade de 150 leitos, 11 consultórios e centro cirúrgico com 3 salas cirúrgicas equipadas, foi desativada. Mais de 100 funcionários foram demitidos na época.

2 comentários:

  1. Onde estão os Deputados eleitos, que nesse momento somem de Cruz das Almas, vamos deputados se mobilizem, as eleições estas próximas.

    ResponderExcluir
  2. Estranho hein!

    ResponderExcluir

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado