quinta-feira, 7 de abril de 2016

Cruz das Almas: Polícia apreende pés de maconha cultivados em residência no Bairro Inocoop

Por volta das 11h desta quinta-feira (07/04)  Policiais Civis do Serviço de Inteligência da Delegacia Territorial de Cruz das Almas no Recôncavo baiano, e o Núcleo de Investigação da Policiais militares da 27ª (CIPM), após denúncia anônima, descobriu o cultivo de 15 (quinze) pés de maconha cultivados no quintal de uma residência situada na Rua Álvaro Chiacchio, bairro INOCOOP,.
Os pés de maconha estavam plantados em caqueiros plásticos e em latas de alumínio, sendo que na residência também foram apreendidas 44 (quarenta e quatro) gramas de folhas secas de maconha já prontas para o consumo
Na residência foram presos as pessoas de Geraldo Augusto Mendes Neto Dos Santos, 28 anos, natural de Salvador/BA, e Ricardo Da Cruz Ferreira, também de 28 anos, e natural de Feira de Santana/BA, ambos estudantes da UFRB.
Os conduzidos confessaram que são usuários de maconha e cultivavam a erva para o consumo próprio e assim não financiarem o tráfico de drogas.
Ambos responderão por cultivo de planta destinada à preparação de pequena quantidade de substância entorpecente (art. 28 § 1º, da Lei nº 11.343/06). Essa é a segunda descoberta de cultivo de maconha em residência na semana e no mesmo bairro em Cruz das Almas. Leia [AQUI]

6 comentários:

  1. Éfesta agr !!!

    ResponderExcluir
  2. Os universitários tão doidões mds.

    ResponderExcluir
  3. O serviço da PM ta melhor q da policia civil q não faz nada

    ResponderExcluir
  4. Plantar uma erva no quintal de casa nao deveria ser proibido.👀

    ResponderExcluir
  5. Forte na noticia e anti democrático nem deixa os leitores expressar suas opiniões e comentário

    ResponderExcluir

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado