segunda-feira, 14 de março de 2016

Mundo: Preso processa cadeia depois de ser forçado a fazer sexo com duas guardas

Um detento de uma penitenciária do condado de Washington, no estado de Oregon, nos Estados Unidos, está processando a administração da cadeia e autoridades locais por ter sido obrigado a fazer sexo com duas guardas. Elas, inclusive, foram presas depois da denúncia de Jeng Li Roy Delgado-Galban, 25 anos.
Segundo informações do jornal 'The Sun', a ação judicial afirma que o Estado foi conivente para que Jeng Li Roy, condenado por assalto a mão armada e com histórico de agressão sexual, fosse abusado sexualmente várias vezes pelas guardas Jill Curry, 39 anos, e Brett Robinson, 33.
No processo, o detento pede indenização por danos morais de o equivalente a R$ 2,4 milhões. Os advogados das acusadas afirmam que Jen Li, que é líder de gangue, costumava ameaçá-las, exigia que a porta da sua cela ficasse destrancada e as seduzia a fazer sexo.
Ano passado, Jill foi condenada a quatro anos e dois meses de prisão. Já Brett pegou uma pena mais leve, de três anos de prisão. (Correio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado