quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Mobilização busca consolidar São João como produto turístico

Forrozeiros de todo o País desembarcaram em Brasília, nesta quarta-feira (17/02), para uma série de reuniões na Esplanada dos Ministérios. O objetivo é discutir mecanismos de apoio ao forró, incluindo o reconhecimento do São João como festa que induz o fluxo turístico por sua expressão cultural e econômica.
O grupo se reúne com os ministros Jaques Wagner (Casa Civil), Henrique Eduardo Alves (Turismo), Miguel Rosseto (Trabalho) e Juca Ferreira (Cultura) aos quais reivindica a inclusão do São João do Nordeste no calendário oficial do turismo como maior produto do inverno.
O secretário de Turismo do Estado da Bahia, Nelson Pelegrino, integra a comitiva, que reúne artistas como Zelito Miranda, Adelmário Coelho, Carlos Pitta, Alcymar Monteiro, Flavio José e integrantes da banda Estakazero, entre outros forrozeiros de grande expressão.
“Desde o governo de Jaques Wagner, a Bahia atua em defesa do reconhecimento da festa por seu valor cultural e econômico”, disse Pelegrino. Segundo ele, o governador Rui Costa “mantém essa prioridade, e a Setur contribui de forma significativa”.
O secretário enfatizou ainda que a mobilização em defesa do forró tem produzido avanços, como no ano passado, quando ocorreu a aprovação pela Assembleia Legislativa da Bahia de uma cota de 60% para os forrozeiros do estado na contratação de atrações para as festas juninas.
Reuniões

No Ministério do Turismo, o grupo também discute, nesta quarta, a necessidade do reforço da Embratur na promoção internacional do São João. Outro item que será discutido refere-se à simplificação do cadastramento dos artistas, que tem regras estabelecidas na portaria 270/14. Na Cultura, o pleito é de incorporação do São João ao calendário do ministério, a fim de assegurar recursos para promoção da festa.


Foto: Ascom/Setur

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado