quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Após tragédia com amiga, escocesa cria alarme antiestupro

Após descobrir que uma amiga foi violentada, a escocesa Rebecca Pick, 22 decidiu fazer algo além de lamentar a tragédia, ela criou um caminho para impedir que outras mulheres também se tornassem vítimas.
A jovem que é recém-graduada em Administração pela Universidade de Strathclyde criou um pequeno alarme antiestupro, que ganhou o nome de “Guardião Pessoal''. O gadget, quando acionado, é capaz de transmitir a partir do GPS a exata localização da mulher às autoridades policiais. Também inclui a gravação de áudio, bem como um alarme de áudio.
O alarme funciona em conjunto com um aplicativo instalado no smartphone, que permite a seleção de contatos de emergência –pessoas que terão conhecimento de sua localização em caso de emergência, assim como a estação de monitoramento. O app também alerta as mulheres sobre qualquer atividade criminosa em sua proximidade.
A recomendação é que o alarme que pesa 40 gramas (6 cm x 3,5 cm) seja preso à alça do sutiã. Para ativá-lo, é preciso pressionar os dois botões laterais do gadget por 3 segundos, que emitirá um sinal ao telefone para notificar a ativação. O alarme poderá ser desativado da mesma forma, mas exige um contato com a estação de monitoramento para determinar se o comando é uma emergência ou um alarme falso.
A escocesa ganhou diversos prêmios em dinheiro em competições de plano de negócios, além de um investimento de 60 mil libras esterlina (cerca de R$ 323 mil) da empresa Gabriel Investments.
A previsão é que ele seja lançado em outubro de 2015. As interessadas, no entanto, terão que pagar uma taxa mensal de 5 a 10 libras esterlinas (até R$ 54) pelo serviço da central de monitoramento. (UOL-tecnologia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado