segunda-feira, 6 de julho de 2015

Se toda denúncia tivermos que afastar não teremos PMs nas ruas, diz corregedor sobre caso de jornalista do Bocão News agredido em Salvador

Após o jornalista Marivaldo Filho, editor de Política do site Bocão News, relatar os momentos de espancamento que sofreu nas mãos de quatro policiais militares da 17ª CIPM, na noite de sábado (4), no Bonfim, o corregedor-chefe da Polícia Militar, coronel Souza Neto, falou sobre o ocorrido. Segundo ele, a Corregedoria prontamente tomou todas as providências para investigar o caso. "Já estive com o comandante da 17ª CIPM para que uma sindicância seja instaurada e, após a investigação, constatarmos se houve ou não indícios de uma atitude com desvio de conduta", afirmou Souza Neto em entrevista concedida ao apresentador José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta segunda-feira (6).
Questionado sobre a identificação dos policiais envolvidos na denúncia, o coronel ressaltou que os nomes estão sendo levantados e serão enviados à Corregedoria. "Caso seja constatado o crime os policiais ficarão afastados por 60 dias após a instauração de um processo disciplinar", afirmou, atestando que há muitas denúncias contra policiais. "Se toda denúncia tivermos que afastar não teremos PMs nas ruas", disse.
Conforme o coronel, um relatório será enviado à Corregedoria sobre ocaso e "vamos apurar tudo com transperência e imparcialidade. Hoje ainda iremos colher o depoimento da suposta vítima".
Rui Costa sobre o caso
O governador Rui Costa se manifestou na tarde deste domingo (5), sobre a agressão sofrida pelo editor de política do Bocão News, Marivaldo Filho. “O fato divulgado na manhã deste domingo pelo site de notícias Bocão News tem de ser devidamente apurado. A Polícia Militar deve agir dentro dos parâmetros da legalidade. O meu governo atuará sempre para assegurar que a democracia seja vivida de forma plena, garantindo a liberdade de imprensa, a liberdade de expressão, o direito de o jornalista exercer sua profissão mediante qualquer situação”, publicou o governador em seu perfil no Facebook.
E continua: “não permitiremos em nosso estado intimidações, constrangimento e nenhum tipo de violência contra o profissional ou contra o cidadão que denuncie ato ilícito”, diz. (Bocão News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O site Cruz das Almas News coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Obrigado