Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

sábado, 31 de janeiro de 2015

Casal é preso em Feira de Santana depois de comprar bebê por R$ 5 mil

Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade
Um casal foi preso em Feira de Santana, a 109 km de Salvador, acusado de comprar um bebê de oito dias de vida. O menino nasceu em Fortaleza, de onde é sua família. Ailton Cerqueira Chagas, 39 anos, e a mulher, de prenome Ana, foram até a cidade e voltaram com a criança. Os dois responderão por adoção ilegal.
Segundo informações da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), a informação chegou depois da denúncia. A avó biológica da criança está em Feira de Santana e será ouvida. A Polícia Federal também se envolveu na operação e a mãe da criança deve ser ouvida em Fortaleza, mas ainda não há informação .
Em depoimento, Ailton e Ana disseram que souberam através de conhecidos que havia uma mulher grávida que estava disposta a abrir mão do filho e negociaram para comprar o garoto e criá-lo. Apesar do depoimento, a polícia duvida da versão e acredita que eles fazem parte de uma rede de tráfico humano. A participação dos dois em uma quadrilha está sendo investigada.
O valor da negociação teria sido de R$ 5 mil, mas nenhum dos dois quis dizer no depoimento quanto pagou pelo menino. A criança está em um hospital da cidade e depois será encaminhada ao Conselho Tutelar. Os dois presos foram autuados por adoção ilegal, podem ficar até seis anos presos e serão encaminhados ao presídio de Feira de Santana.*Correio*

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Policial militar da Bahia explica processo de identificação de tatuagens em criminosos

Imagens quase sempre associadas ao mundo da infância são usadas pelo crime como estratégia de comunicação entre gangues. Tatuagens de duendes, palhaços, anjos, magos, e de personagens infantis como o ‘Saci-Pererê’, ‘Diabo da Tasmânia’, ‘Papa-léguas’, ‘Snoop’, entre vários outros, estão estampadas na pele de criminosos dentro e fora dos presídios brasileiros.

Um estudo sobre esses símbolos revelou que muitas das imagens são identificação de patente, organização criminosa e crimes. Como resultado do trabalho coordenado há aproximadamente dez anos pelo capitão do Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos, Alden José Lázaro da Silva, da Polícia Militar da Bahia, foi elaborada uma cartilha com 36 tipos de tatuagens associadas a crimes específicos, que já começou a ser usada pela PM no combate à violência.

“A cartilha de orientação de tatuagens é mais uma ferramenta usada no cotidiano da atividade policial para ajudar a nortear as investigações de crimes. Muitas estão associadas a organizações criminosas como o Primeiro Comando da Capital (PCC), os Caveiras e o Comando da Paz. Isso não significa que quem tiver qualquer tatuagem será abordado. Os determinados tipos de tatuagem encontrados nos presos e a parte do corpo onde foram colocados servirão de alerta, mas as investigações acontecerão caso a gente identifique outros indícios”, explica o capitão.    

Lenda urbana

A cartilha de orientação de tatuagens foi construída com base em investigação policial. “Deparávamos frequentemente com a incidência de certos tipos de tatuagens. Após investigações, a gente conseguia eventualmente ligar alguns dos símbolos a crimes relacionados. Isso se tornou cada vez mais frequente nas conversas entre policiais civis, militares e federais. Tinha virado praticamente uma lenda urbana”, diz o capitão Alden da Silva.

A partir de alguns documentos e fotos coletados pelo PM, foi possível levantar inúmeras hipóteses. Cruzando dados de inquérito policial e processos, o trabalho da polícia foi se confirmando, recorda o capitão.   “O foco principal da pesquisa foram crimes praticados contra o patrimônio e contra a vida [roubo, furto, homicídio e latrocínios]. Juntamos quase 45 mil documentos. Com isso, vimos que a suspeita tinha fundamento. Eles tinham cometidos os mesmos tipos de crimes”, garante. 

A segunda etapa da investigação teve como metodologia visita a presídios e casas de detenção. Foram avaliados os ambientes prisionais da Bahia. “Começamos a fazer um levantamento de quantos presos tinham tatuagens, quais eram e se nesse universo existiam os mesmos padrões encontrados nas delegacias. Mais uma vez tudo se confirmou”, disse.

Com o novo conteúdo obtido, outro cruzamento de dados foi feito e, segundo o policial, as imagens batiam com as tipificações dos crimes. De acordo com ele, os magos e duendes são comuns em traficantes de drogas; palhaços e, principalmente a figura do coringa são associados a roubo e morte de policiais; e o papa-léguas aos aviões, mais frequente em entregadores de mercadores que fazem o transporte de droga. São inúmeros tipos, mas normalmente essas figuras estão construídas de forma sinistra”.

Crédito das imagens:
Foto: Carla Ornelas/GOVBA

Ativistas cobram punição para morte de travesti em Conquista: 'crimes de ódio', diz grupo

Ativistas aproveitaram o Dia da Visibilidade de Travestis e Transexuais, nesta quinta-feira (29/01), para protestar contra o assassinato do travesti Leandro Boita, de 26 anos, que usava o nome de Fernanda, achado morto na cidade de Vitória da Conquista, na região sudoeste. 
De acordo com o Grupo Gay da Bahia (GGB), é o segundo homicídio com caraterísticas homofóbicas registrado em 2015. No ano passado, Conquista ficou em primeiro lugar no ranking das cidades com o maior número de ocorrências - quatro no total -, desbancado Salvador, que registrou três. 
O ato público foi realizado pela manhã na BR-101, onde Fernanda fazia programas. A vítma, que também trabalhava como modelo, era natural do Rio Grande do Sul. Depois, os manifestantes saíram em caminhada, com cartazes, faixas com mensagens de protesto e pedidos de paz, acompanhados de um carro de som, com destino à Praça 9 de Novembro, no centro da cidade.
"Era para ser um dia para se comemorar os direitos conquistados pelo público LGBT e dar visibilidade a eles, mas o momento de alegria acabou se transformando em protesto pela morte da Fernanda e cobrança para que crimes como esse não fiquem impunes", disse ao G1 o coordenador de políticas LGBT de Vitória da Conquista, Danilo Bittencourt. 
A Polícia Civil ainda não tem informações sobre as circunstâncias do homicídio da travesti. Bittencourt desconfia que o crime tenha sido motivado por transfobia, intolerância  às pessoas transexuais e transgêneros. "Essas mortes precisam ser encaradas como crimes de ódio, como foi nesse caso" afirma. 
O corpo foi achado na segunda-feira (26), no bairro Lagoa das Flores. Na segunda-feira (28), a família da vítima foi recebida na unidade, mas o depoimento não teve teor divulgado. 
De acordo com informações da 77ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), o corpo foi encontrado com perfurações de arma de fogo em um matagal nas proximidades do Distrito Industrial.
 
Segundo populares do bairro, que localizaram o corpo e acionaram a polícia, a vítima usava roupas femininas e estava sem documentos pessoais. A vítima foi identificado por familiares no Departamento de Polícia Técnica (DPT). O corpo foi enterrado no cemitério municipal de Vitória da Conquista, localizado no bairro Kadija, na manhã de terça-feira (27). A polícia não há informações sobre autoria e motivo do crime, investigado pela Delegacia de Homicídios.
 
O outro homicídio registrado esse ano com com características homofobias ocorreu no bairro de São Marcos, em Salvador, onde um homem de 40 anos, identificado como Gilmar Bonfim de Jesus, foi morto a facadas dentro da própria casa. *infosaj.com.br*

Salvador: Após roubar arma de policial, bandidos matam dois homens dentro de barbearia

Dois homens foram mortos no final da manhã desta quinta-feira (29/01), no Bairro da Massaranduba em Salvador - BA. Segundo a Central de Polícia, as vitimas foram atingidas por disparos de arma de fogo quando estavam dentro de uma barbearia que fica na rua Lopes Trovão, por volta das 12h.
Segundo informações da 3ª Delegacia (Bonfim), o proprietário da barbearia George de Jesus Teixeira, 30 anos, conhecido como Meméu, e Jorge Luis Coutinho Junior, 32 anos, foram atingidos dentro do estabelecimento e morreram no local. Informações dão conta de que, a arma usada no crime foi roubada de um policial que estava dentro da barbearia. O nome do policial não foi divulgado.
A policia não informou as motivações e autoria do crime. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).



Cruz das Almas: Adolescente de 17 anos é apreendido acusado de vários arrombamentos

Foto: Forte na Notícia
A polícia apreendeu um adolescente de 17 anos acusado de vários arrombamentos a comercio na cidade de Cruz das Almas, Recôncavo baiano. O adolescente foi detido nas proximidades do Teatro Laranjeiras pelo chefe do (SI) da Polícia Civil.
Segundo veiculado no site Forte na Notícia, o adolescente tem causado inúmeros prejuízos aos comerciantes, e mesmo depois de várias passagens pela delegacia local, não consegue controlar seus impulsos. Ainda segundo publicado, só na semana passada, dois arrombamentos a um restaurante foram atribuídos ao acusado, que foi flagrado pelas câmeras de segurança do local.
O adolescente foi ouvido na delegacia e em seguida liberado na presença de membros do Conselho Tutelar do município.

Mutuípe: Homem é preso pela Polícia Militar após roubar caminhoneiro

Foto: infosaj.com.br
Um suspeito identificado como, Jerônimo Araújo Bispo Neves da Silva, 29 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (29/01) na cidade de Mutuípe na Bahia, durante uma operação da Polícia Militar. Segundo informações da policia, o acusado foi preso depois de ter roubado uma quantia em dinheiro de um caminhoneiro que não teve o nome divulgado.
O acusado que já foi preso por assalto, encontra-se detido na delegacia do município, A policia espera agora que outras pessoas que já foram vítimas do homem, apareçam na delegacia para identifica-lo.

www.cruzdasalmasnews.com.br. Tecnologia do Blogger.
 
Powered by Blogspot
UA-27219066-1