Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Parabens ao casal Rita & Geovane pelos seus 30 anos de casados

Este domingo (27/07), foi uma data muito especial para o casal Geovane & Rita moradores da Rua São Benedito em Cruz das Almas. Nesta data especial, os dois estão comemorando 30 anos de casamento. São 30 anos de cumplicidade, amor e companheirismo.
Para comemorar esta data tão importante para os dois, Geovane que está com Rita desde a adolescência, preparou esta pequena homenagem para sua amada esposa.

"Rita
 Comemorar 30 anos de casamento atualmente não é para todos, mas sempre tive muita certeza do nosso amor e a cada boda encontro cada vez mais felicidade. Você é até hoje a razão dos meus sorrisos e o maior motivo da minha alegria.
Com você pude construir uma família linda, como filhos maravilhosos que me orgulham todos os dias. Você é uma pessoa admirável e em nenhum momento desde o dia que te conheci, senti arrependimento algum de querer passar toda minha vida ao seu lado.
Agradeço diariamente pelo nosso casamento, mas principalmente pela nossa amizade e dedicação um com o outro, que torna o nosso amor muito mais encantador. A minha atração por você é renovada todos os dias, tudo em você envolve um beleza fascinante, que espero poder reviver por toda minha vida.
Espero que possamos celebrar muitos outros aniversários, sem você minha vida jamais estaria completa e certamente nunca teria encontrado tanta felicidade. Hoje é o nosso dia de renovarmos o nosso amor para permanecermos apaixonados por toda nossa vida. Te amo muito. Ass Geovane"

Simões Filho: Mãe é morta pelo próprio filho com golpes de vaso sanitário

Iraci Vieira Cruz, 53 anos, foi morta pelo próprio filho no interior da sua residência no inicio da manhã desta segunda-feira (28/07), no loteamento Big Áurea, no CIA 1, em Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador.
Segundo informações da policia, Rafael Cruz Cordeiro, 18 anos, matou a mãe com golpes de vaso sanitário.
O acusado teria chegado em casa por volta das 05hs da manhã exigindo dinheiro da mãe para comprar drogas. Os dois teriam discutido e Rafael então a agrediu, a violentou e não satisfeito a matou com golpes de vaso sanitário no rosto. O rosto da vítima ficou completamente desfigurado.
Rafael já foi preso anteriormente por trafico de drogas, porte ilegal de arma e receptação. O acusado é usuário de drogas e teria confessado o crime depois de ser preso.
O corpo de Iraci Vieira foi encontrado despido sobre um colchão no chão da residência.
O acusado foi encaminhado para a sede da 22ª Delegacia Territorial (DT) em Simões Filho. O corpo foi removido para o Instituto Medico Legal (IML) de Salvador.

 Fotos:WhatsApp

São Felipe: Um adolescente e morto e outro fica ferido

Por volta das 20hs30 deste sábado (26/07), Jonatas de Jesus Reis, 17 anos, que residia na Urbis em São Felipe - BA, foi morto com três disparos de arma de fogo por dois indivíduos que chegaram em uma moto e encapuzados no interior de um bar.
Um outro indivíduo identificado como Luciano Cordeiro, 20 anos também foi atingido por dois disparos, sendo um no braço esquerdo e outro nas costas de raspão e foi encaminhado para o hospital. A policia está investigando, mas no local prevalece a lei do silencio. A polícia esta investigando o caso.

Maragojipe: Polícia prende acusado de trafico

Policiais do PETO/ALFA e do 4º Pel. sob o comando do Tem. Suzart, em parceria com os Soldados Paulo Sergio, Marcio, Deanderson, Bezerra, Ramon, Fabio e Sidnea, prenderam neste sábado (26/07), o acusado de trafico identificado como Carlos Douglas dos Santos, no Bairro da Comissão em Maragojipe.
Segundo informações, o acusado foi preso com cerca de 2 kg de maconha e um revolver calibre 38 com seis munições intactas.
Os policiais realizaram uma campana desde as 11hs em um mangue quando conseguiram prender o acusado. Todo o material apreendido e o acusado foram apresentados a delegacia do município.

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Médico monstro que estuprou 58 clientes e foi condenado a 278 anos de cadeia, foragido desde 2011, leva vidão de milionário

Porta-retratos com foto do casamento de Abdelmassih com a ex-procuradora Larissa encontrado em uma das fazendas do médico em Avaré (SP). A polícia suspeita que Abdelmassih e a mulher estiveram lá em algum momento nos últimos seis meses
Na qualidade de fugitivo mais procurado do Estado de São Paulo e um dos 160 brasileiros na lista da Interpol, era de esperar que o médico Roger Abdelmassih vivesse em condições bem mais precárias do que as que desfrutava no tempo em que era dono da clínica de fertilização in vitro mais famosa do Brasil e oferecia jantares para amigos como a apresentadora Hebe Camargo.
Documentos obtidos por VEJA, no entanto, mostram que o médico, condenado por 56 estupros e foragido desde 2011, não vem tendo problemas para se manter na clandestinidade.
Por meio de uma engenharia financeira montada pouco antes da condenação, ele recebe remessas regulares – e polpudas – de dinheiro na conta de sua mulher, a ex-procuradora da República Larissa Maria Sacco, que o acompanha na fuga e com quem está casado desde 2010.
A notícia de que um dos especialistas mais procurados na área da fertilização in vitro era investigado por crime sexual contra suas pacientes veio à tona no início de 2009. Meses depois, Abdelmassih começou a namorar Larissa e abriu em nome dela a Colamar, firma para a qual transferiu todos os direitos e clientes de uma de suas principais empresas.
A Agropecuá­ria Sovikajumi (o nome é a combinação das iniciais dos cinco filhos do médico – Soraya, Vicente, Karime, Juliana e Mirella) contava na época com capital de 2,5 milhões de reais e mantém negócios com as principais produtoras de suco de laranja de Avaré (SP).
Já a Colamar é uma empresa de fachada. Com capital de 10 000 reais, está sediada em uma casa abandonada em um terreno pertencente à família de Larissa, em Jaboticabal (SP). Não há nenhum sinal de ocupação do local. As únicas atividades da Colamar são intermediar os contratos da Sovikajumi com as produtoras de Avaré e garantir que parte da renda chegue a Roger e Larissa, que há dois anos tiveram um casal de gêmeos.
 RASTROS — Extrato de transferência da empresa de fachada Colamar para a conta de Larissa e contrato de parceria da empresa negociando a exploração de safras de laranja até 2018 (Fotos: VEJA)
 Os comprovantes de remessa da Colamar para a conta de Larissa a que VEJA teve acesso datam de 2011 e 2012 e mostram transferências que, em parcelas quase nunca superiores a 20 000 reais, somam até 64 000 reais por mês em uma única conta. Contratos comerciais das empresas mostram que até 2018 essas transações estão garantidas.
Em 2010, meses antes da fuga do médico, o promotor Roberto Senise Lisboa chegou a pedir a indisponibilidade dos bens de Larissa, incluindo a Colamar. O Tribunal de Justiça negou o pedido.
Além de Larissa, a Colamar tem como sócia a farmacêutica Elaine Khouri, irmã mais velha da ex-procuradora. É ela quem dá a palavra final sobre as movimentações financeiras da empresa e assuntos envolvendo Larissa.
Investigadores acreditam que Abdelmassih esteja fora do país e circule no exterior com passaporte falso ou adulterado (além do brasileiro, ele tem documento libanês). Em maio, a Polícia Civil de São Paulo recebeu uma denúncia de que o médico estaria no Brasil, em uma de suas fazendas em Avaré.
Numa operação de busca realizada no dia 29 daquele mês, encontrou o que acredita serem vestígios da passagem do casal. “Presumimos que Abdelmassih e a mulher tenham estado no local em algum momento no último semestre com base nos indícios que colhemos na casa”, disse o delegado Arthur Dian, chefe da operação e supervisor do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra).
Sobre a cama e espalhados pelo quarto do casal, policiais encontraram casacos das grifes Valentino e Chanel, chaves de carros importados, dezenas de pares de sapatos, gravatas e um porta-retrato (que ilustra esta reportagem) com a imagem de Larissa e Roger no dia do casamento. Havia ainda uma lista de roupas de mulher a serem transferidas de Avaré para Jaboticabal que a polícia acredita ter sido escrita por uma empregada da fazenda a pedido de Larissa. A lista traz a data de 30 de janeiro de 2014.
Nenhum dos funcionários ouvidos pela polícia confirmou a passagem de Roger e Larissa pela fazenda. As duas empregadas que estavam no local no momento da operação disseram ser contratadas de uma agropecuária cujos donos desconheciam.
Roger Abdelmassih foi preso em 17 de agosto de 2009. Ficou quatro meses na cadeia. Foi solto em 23 de dezembro do mesmo ano depois que o então presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, acatou pedido de habeas corpus feito por seus advogados. Desapareceu no início de 2011 após novo pedido de prisão e foi declarado foragido pela Justiça.
Um grupo de ex-pacientes do médico montou a associação Vítimas Unidas, que busca, por meio das redes sociais e informantes no Brasil e no mundo, notícias que possam fornecer pistas do criminoso. “Desejamos que o Es­tado tome providências para rastrear o caminho do dinheiro e seguir as pessoas com quem esse bandido tem contato”, diz a presidente da asso­ciação, Teresa Cordioli.
Pedidos recentes feitos pela polícia de quebra de sigilo telefônico e fiscal de pes­soas ligadas a Abdelmassih foram negados pela Justiça com o argumento de que, como instrumentos de inves­tigação, não se aplicam ao médico – já condenado. (Fonte:Veja online)

Menina de 8 anos é estuprada e enforcada na Índia

Imagem ilustrativa
NOVA DÉLI, 25 JUL (ANSA) - Mais um chocante caso de estupro de crianças na Índia. Dessa vez, uma menina de 8 anos foi estuprada e enforcada em uma árvore. De acordo com os parentes, ela teria saído de casa na noite de quarta-feira (23/07) para comprar arroz para o jantar. Ao reparar que ela demorou para voltar, os pais da menina acionaram a polícia e iniciaram as buscas.  
Porém, ela só foi encontrada na noite de ontem (24), enforcada com um cinto em uma árvore, a 200 metros de sua casa. O seu corpo estava com muitos machucados e sinais de violência sexual.  
Os familiares logo desconfiaram que o "tantric" da comunidade, uma espécie de mago e guardião do local, teria cometido o crime e foram procurar por ele em sua casa. O homem e outros dois suspeitos de terem cometido o abuso estavam tentando fugir de casa, mas foram pegos pela grande quantidade de pessoas que estavam procurando pela menina.  
Eles foram presos e agredidos pelos moradores e o "trantric" morreu no hospital. Segundo algumas fontes, a família da vítima estava envolvida em uma disputa de terras e a menina pode ter sido vítima dessa briga. (ANSA) Leia mais em: http://zip.net/btn7DG

www.cruzdasalmasnews.com.br. Tecnologia do Blogger.
 
Powered by Blogspot
UA-27219066-1